Vereador denuncia nepotismo e gastos exorbitantes da administração municipal de Lages

O vereador Jair Júnior, PSD, é polêmico ou inconsequente? Essa é uma indagação dos últimos tempos de alguns eleitores. Filiado ao mesmo partido do prefeito Antônio Ceron. Entretanto, ele é o vereador que mais questiona a administração municipal.  Tê-lo como aliado, é saber que a qualquer momento, pode ser o mais ferrenho acusador. Tá difícil de descobrir a personalidade do vereador Jair Júnior, PSD. Pelo seu modus vivendi, deixa  transparecer que sua felicidade está no instante em que acusa alguém, mesmo que o questionamento não seja verdadeiro. Para o edil, o importante é criar polêmica. Não importa se é aliado ou não. Nas suas recentes acusações, denunciou o nepotismo escancarado na Prefeitura Municipal de Lages, se baseando na Súmula 13 do Supremo Tribunal Federal (STF). Será que tem algum fundo de verdade nessa denúncia? Alguém deve informar. A comunidade quer saber.

Comparação

O vereador quando não usa a Tribuna do Poder Legislativo para, em alto e bom denunciar qualquer besteira, utiliza as redes sociais para denunciar até o Papa, se for o caso, mesma que sua acusação não tenha nada verdadeira. A última do edil foi denunciar que, nos últimos 28 meses de administração municipal, foram gastos R$ 4.013.731,19 com telefones celulares utilizados por vários integrantes do Governo Ceron, PSD. O vereador fez até uma comparação com os recursos financeiros recebidos pela secretaria da Educação que foram de R$ 2.123.202,76. Será mesmo verdade? Com certeza alguém virá em defesa da atual administração municipal, pois como o próprio ditado diz: “Quem cala consente”

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário