Marcius Machado participa de reunião para Implantação de Porto Seco na Serra Catarinense

A viabilidade da implantação de um Porto Seco foi discutida em reunião entre o deputado estadual Marcius Machado (PR), o senador Jorginho Mello (PR) e o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa, na segunda-feira (20).O deputado Marcius afirma que será realizado um estudo que tratará da viabilidade técnica e operacional do negócio. “Vamos propor uma reunião com os empresários locais, importadores, exportadores, Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages (CDL) e outras entidades uma consulta da demanda local”.A região serrana se encontra em uma área geográfica privilegiada, uma vez que duas importantes rodovias passam ali, a BR-116 e BR-282. A cidade oferta amplo acesso.De acordo com o parlamentar, o Porto Seco é uma forma de facilitar a vida do empreendedor que exporta e importa. “Iremos favorecer o escoamento da produção de madeira, de maçã e outros, gerando emprego, renda, além de fortalecer a economia catarinense”.Após a conclusão do estudo, o próximo passo é uma nova reunião com a Receita Federal em Brasília, apoiada pelo senador Jorginho.

Porto Seco

São denominados Porto Seco, os terminais de uso público, instalados em zona secundária, nas regiões de expressiva concentração de carga importada ou a exportar, onde são realizadas operações de controle aduaneiro, funcionando como ponto de recebimento, despacho e armazenagem de mercadorias de forma a dar mais operacionalidade a portos e aeroportos.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário