Em Lages, GACEO atua para coibir fraudes em mandados de busca e apreensão

Operação foi realizada em conjunto com a 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Lages. Grupo é investigado por cometer fraude visando atrapalhar o cumprimento de mandados de busca e apreensão contra pessoas em débito com instituições financeiras.

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organização Criminosas (GAECO) cumpriu ordens judiciais deferidas pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Lages. Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária, cinco mandados de busca e apreensão e uma ordem de suspenção do exercício da função pública.

O trabalho é fruto do desdobramento das investigações realizadas pela 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Lages, com apoio do GAECO, para apurar os crimes de corrupção passiva, associação criminosa, corrupção ativa e falsidade ideológica, praticados por três pessoas – um deles atua no Fórum da Comarca de Lages.

As investigações apontam para a prática de atos fraudulentos para atrapalhar o cumprimento de mandados de busca e apreensão contra pessoas em débito com instituições financeiras. Nas buscas foram apreendidos documentos e objetos que serão analisados pelas equipes de investigação e apresentados em juízo.

O GAECO é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público, Polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Penal, pela Fazenda Estadual e pelo Corpo de Bombeiros Militar. Tem como finalidade a identificação, prevenção e repressão às organizações criminosas.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!