Histórias de Bocaina do Sul são contadas por alunos do NAES

Contar histórias tem sido relegado a segundo plano em nossas vidas. A questão é que, tão fundamental como se alimentar ou fazer exercícios, contar e ouvir histórias é uma atividade essencial para nos tornarmos humanos. Essa atividade é a porta de entrada para a linguagem, no início da vida. Depois disso, continua sendo porta de entrada para a vida em família e em sociedade. Ler e ouvir histórias nos situa no tempo e no espaço.Valorizando o contar de histórias, alunos do Núcleo Avançado de Ensino Supletivo (NAES), escolheram a Igreja Matriz e a Casa da Cultura para contarem histórias dos dois locais.Além da troca de informações e da apresentação, os alunos produziram em maquetes, réplicas dos dois pontos.O trabalho foi idealizado e orientado pela Professora Geise Antunes.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!