“Revisitando” vence a 28ª Sapecada da Canção Nativa

Público, mais uma vez, mostrou a força das Sapecadas da Canção e compareceu em bom número na final do Festival 

Após dois anos sem a realização de um dos maiores festivais de música nativista do sul do país, devido ao período crítico da pandemia da Covid-19, a 28ª Sapecada da Canção Nativa teve a sua grande final nesta terça-feira (14 de junho). Subiram ao Palco Nativista, da 32ª Festa Nacional do Pinhão, 16 composições. Já era madrugada de quarta-feira (15) quando foi divulgado o resultado final do evento.

O prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese participaram do ato de premiação das composições vencedoras.

Uma novidade deste ano, da Sapecada da Canção Nativa, a pedido dos jurados, foi o prêmio Revelação para o músico: Dudi Marafigo. Este novo quesito fará parte, nos próximos anos, da premiação das Sapecadas da Canção.

O coordenador da Sapecada da Canção Nativa, Mário Arruda, também foi homenageado no ato de premiação pelo trabalho desenvolvido na organização dos festivais.

Confira o resultado da 28ª Sapecada da Canção Nativa:

1º lugar

Revisitando

Letra: Marcio Nunes Correa e Eduardo Munõz

Música: Cícero Camargo

Intérprete: Marcelo Oliveira

Piano: Nilton Júnior

Contrabaixo: Carlos de Césaro

Acordeon: Mano Junior

Violão: Cícero Camargo

Violão: Jorge Pereira Junior

2º lugar

O Frio Que Nos Abriga

Letra: Sérgio Carvalho Pereira

Música: Joca Martins e Luciano Fagundes

Intérprete: Joca Martins e Juliana Spanevello

Violino: Tiago Ribas

Violão: Negrinho Martins

Piano: Paulinho Goulart

Bandoneon: joão Paulo Deckert

Baixo Acústico: Carlos de Cesaro

3º lugar

Tarde de Inverno

Letra: Edilberto Teixeira

Música: André TeixeiraIntérprete: André Teixeira

Contrabaixo: Pedro Terra

Cordeona de Botão: Ricardo Comasseto

Guitarrón: André Teixeira

Violão: Higor Extremera

Violino: Israel Dutra

Violoncelo: Riccieri Paludo

Música Mais Popular:

Barrigueira

Letra: Dudi Marafigo

Música: Ricardo Oliveira e Gabriel Maculan

Interprete: Trinnca

Violão e Voz: Ricardo Oliveira

Violão e Recitado: Dudi Marafigo

Guitarron e Voz: Daniel Silva

Violão Solo: Aloizio Baby Felizardo

Violão Aço: Rodrigo mellegari

Conta-Baixo: Adilson Oliveira

Acordeon: Gabriel Maculan

Percussão: Lucas Santos

Melhor Intérprete:

Marcelo Oliveira

Melhor Instrumentista:

Gabriel Maculan

Melhor Letra – composição:

O Frio que nos Abriga

Melhor Arranjo – composição:

O Breve Do Amor Intenso

Letra: Gujo Teixeira

Música: Cícero Camargo

Interprete: Cícero Camargo

Violão Aço: Cícero Camargo

Violão Nylon e Vocal: Júnior Pereira

Baixo e Vocal: Leonardo Pinho

Piano: Nilton Silveira

Acordeon: Mano Junior

Percussão: Davi Batuka

Melhor Melodia – composição:

Revisitando

Melhor Conjunto Vocal – composição:

Saudade

Letra: Guilherme Collares

Musica: Roberto Luzardo

Interprete: Nilton Ferreira

Violão e Vocal: Lucas Gross

Violão 7 Cordas e Vocal: Jean Carlo Godoy

Guitarron e Vocal: Odair Teixeira

Flauta Transversal: Charlise Bandeira

Melhor Tema Campeiro – composição:

Tarde de Inverno

Melhor Tema sobre a Região Serrana – composição:

Gaúcha Por Excelência

Letra: Iradi Chaves Rodrigues e Zetti Gaudéria

Música: Zetti Gaudéria

Interprete: Zetti Gaudéria

Violão e Voz: Reginaldo Farber

Violão: Arisson Santos

Conta-Baixo e Voz: Billy Jhow

Gaita: Dalton Muniz

Gaita: Zezinho da Coxilha

Percussão: Joacir Borges (Vacaria)

Prêmio Revelação:

Dudi Marafigo

Texto: Ari Junior/Fotos: Toninho Vieira e Emellin Camargo

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!