Correia Pinto: Descaso da Prefeitura prejudica moradores afetados por enxurrada

A enxurrada invadiu várias casas na Rua Ema Sevei, em Correia Pinto, na madrugada desta quinta-feira (23), causando estragos e prejuízos. Conforme os moradores, o alagamento repentino ocorreu devido a uma obra executada em uma rede pluvial recentemente, nos fundos de uma residência no local. A Prefeitura local é a principal responsável pela situação, e os moradores cobram uma solução urgente para o problema. 

A água invadiu casas, arrebentou muros e portões de residências, causando enormes prejuízos. A casa do morador Dilermando Antunes Coelho Filho foi uma das atingidas. Ele conta que a enxurrada invadiu a rua, após o rompimento da rede pluvial, atingindo vários imóveis. Teve casa que a água alcançou 1 metro de altura. 

Ele afirmou que o problema ocorreu devido às obras feitas na rede pluvial, nos fundos da casa de outro morador. Cansado de esperar pela Prefeitura, esse morador decidiu executar os serviços por conta própria. Para isso, contou apenas com a “ajuda” do município. “Vão dizer que(o alagamento) foi por causa da chuva, mas a causa do problema foi porque mexeram na tubulação da rede. Depois que eles mexeram é que aconteceu tudo isso”, lamentou Dilermando. A residência do morador Maurício Germano também foi atingida pela enxurrada. “Parecia que a casa ia cair”, contou ele, que teve a estrutura do imóvel danificada. Segundo ele, além dos prejuízos materiais, existem também os danos psicológicos sofridos pelas pessoas por causa dos transtornos. 

Maurício também afirmou que a tubulação estourou devido às intervenções feitas na rede pluvial. “Foi alertado que ia dar problema, que não ia dar certo, mas ninguém escutou”, conclui.

 Moradores cobram ação urgente da Prefeitura

 A Defesa Civil esteve no local para fazer o levantamento da situação. O que os moradores querem é que a Prefeitura realize, de maneira urgente, a desobstrução da rede para evitar novos alagamentos diante do cenário de fortes chuvas que atingem a região. 

Além disso, os moradores esperam que a Prefeitura tenha mais responsabilidade na hora de executar os serviços públicos, realizando ações com planejamento e eficácia e não deixando que os próprios moradores tenham que agir por conta própria, evitando, dessa forma, que situações como essa do alagamento voltem a acontecer.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!