morauto_export fhortec_export vivaserrajatir WhatsApp-Image-2017-08-11-at-4.36.32-PM
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

 

celesc-1-1

A respeito da nota publicada no último dia 14, com perguntas do vereador Luiz Marin (PP) à Celesc, respondemos abaixo. Inicialmente, informamos que a barragem da Usina Caveiras possui para descarga das vazões excedentes, um vertedouro tipo soleira livre, local onde a água transborda quando ultrapassa o nível normal do reservatório. Sobre este vertedouro, o tamanho dele é de 84,85 metros de comprimento e com capacidade de descarga de uma cheia milenar, vazão superior a 820 m³/s, com uma lâmina de 3,03 metros no vertedouro.

Dados adicionais sobre a descarga de vazão no vertedouro:
Para 1,00 metro de sobreelevação:   155,95 m³/s
Para 2,00 metros de sobreelevação: 441,11 m³/s
Para 3,03 metros de sobreelevação: 822,55 m³/s
A vazão máxima suportada está de acordo com o porte do aproveitamento hidroelétrico e tipo de barragem.Outrossim, informamos que originalmente, a barragem  contava com uma pequena comporta de descarga de fundo, para liberação de vazão ecológica, que por motivos de manutenção está inoperante e foi substituída pelo sifão que cumpre esta função atualmente.Importante salientar que esta comporta do projeto original, atualmente fora de operação, não tem capacidade de regularizar o nível do reservatório.Após esta introdução, seguem as respostas às perguntas do vereador Luiz Marin (PP), de acordo com a situação atual da barragem.

Quantas comportas existem na represa?
Uma comporta, inoperante desde a década de oitenta.

Quantas comportas estão funcionando?
Não há comporta em funcionamento.

Quem é o responsável pela abertura das comportas?
O Departamento de Operação e Manutenção, no caso da Usina Caveiras não há esta funcionalidade

Se as comportas não estiverem funcionando, o que falta para voltar a funcionar?
Não há previsão de retorno operacional da comporta haja visto que no seu local foi instalado sifão para a liberação da vazão ecológica.

Se estiverem funcionando, qual o fluxo de água que pode passar nas comportas para evitar o alagamento em épocas de enchente?
A comporta atualmente inoperante, não tem condição de rebaixar significativamente o reservatório. Para exemplificar a capacitade da referida comporta de fundo, comparamos os dados com uma cheia milenar: o reservatório receberá um fluxo de água de 820 m³/segundo, e a referida comporta teria a capacidade limitada de retirar um fuxo de água do reservatório de 12 m³/segundo, motivo pelo qual o reservatório foi construído com soleira livre, que atende uma cheia milenar.

Permanecemos a disposição para maiores esclarecimentos sobre os questionamentos acima ou demais perguntas pertinentes.
*Engenheiro Chefe do Departamento de Operação e Manutenção da Celesc Geração, Flávio Spolaor 

Agência Comunicaz a serviço da Celesc