morauto_export Moto-Center-Bike_aprovado 10633A_banner_700x100px-3
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

Durante este período não haverá autuações por parte das autoridades de trânsito

Estacionamento-em-rea-Azul-e-sua-respectiva-cobranca-esto-suspensos-ate-final-do-ano-1A Diretoria de Trânsito (Diretran) está comunicando que está suspenso, desde esta segunda-feira (17), o dispositivo de estacionamento rotativo da Área Azul nas ruas do Centro de Lages e na avenida Luís de Camões, Coral. Consequentemente, a cobrança dos bilhetes também está suspensa. Durante este período não haverá autuações por parte das autoridades de trânsito. A notícia foi informada oficialmente à Diretran pela Associação de Assistência Social, Trabalho e Cidadania (Samt), entidade à qual o serviço está concessionado, por parte do Município.De acordo com o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) formalizado, na época, junto à Administração, pelo Ministério Público (MP), será procedida a elaboração do edital de licitação para que seja conhecida a nova empresa que executará os serviços de exploração da Área Azul em Lages.No dia 26 de julho será aberta licitação para contratação da empresa responsável pela elaboração do edital, que deverá ser analisado e aprovado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Uma vez liberado pelo órgão fiscalizador, o certame será lançado em seguida para que haja a apuração da empresa vencedora. O procedimento que apontará o resultado da concessão deverá ter desfecho até final deste ano.O bom senso, neste caso, deverá prevalecer no trânsito de Lages. A recomendação da Diretran é de que as pessoas continuem respeitando o limite de duas horas de permanência sequencial na mesma vaga, com atribuição do direito de rotatividade a todos, pois o espaço público deve ser democratizado. Outra opção é a ocupação de espaços um pouco mais distantes da área central.O coordenador executivo de Segurança e Trânsito/Diretran, Jacinto Bet, reitera que a cobrança está suspensa até que seja viabilizada uma nova solução. “A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) é a principal interessada na resolutividade da questão e estamos em contato com esta instituição para discutir alternativas. Se encontrarmos uma saída antes da licitação, implantaremos e iremos avisar a comunidade. Estudaremos uma forma paliativa até lá”, pontua Bet.As pessoas que ainda possuem créditos, folhas ou talões de Área Azul devem entrar em contato com a Samt pelo número 3224-2695 ou pessoalmente, na sua sede, localizada na rua Frei Gabriel, 44, Centro. Os contatos servem também para quem deseja dirimir quaisquer dúvidas sobre o assunto.

Fotos: Ari Júnior e Arquivo