morauto_export fhortec_export vivaserrajatir
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

Reunio-CDL-Lages12072Representantes de entidades formadoras e instituições de ensino de Lages estiveram reunidas nesta quarta-feira, dia 12, por iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), para o início de um levantamento de ações conjuntas em busca da formação profissional e gestão empresarial.
São diversas frentes que necessitam de atenção, desde a educação básica, técnica e tecnológica até a graduação. Paralelamente a este cenário, há a qualificação profissional para melhorar competências relacionais do indivíduo, preparando-o para o mercado de trabalho.
São muitos os vieses observados pelos educadores e empresários, como o ambiente familiar, a cultura do país e da região serrana, o conflito e necessária equiparação no convívio entre as gerações, o equilíbrio no uso da tecnologia, entre muitos outros. Todos estes são aspectos possíveis de melhoria com ações a curto e longo prazos.Assim, em meio a muitas manifestações da necessidade deste movimento agregado entre as instituições de educação e formação, afirmou-se a possibilidade da criação da Câmara de Formação Profissional e Gestão Empresarial.Participaram do primeiro encontro, nesta quarta-feira, a CDL, Instituto José Paschoal Baggio, Orion Parque Tecnológico, Instituto Federal de Santa Catarina, Sesi, Senai, Fundação Carlos Jofre do Amaral, Fera Formação Segurança Privada, Sesc, Centroserra, Fundação Getúlio Vargas, Uniplac, Acil, CRA, Unifacvest, Senac e CIEE/SC.Um próximo encontro ficou agendado para o dia 9 de agosto, às 8h, na própria CDL, para o qual se tentará ampliar a rede de instituições envolvidas, agregando ainda os entes públicos de formação.
 
Qualificação de mão-de-obra e gestão das empresas deve ser paralela
 
Para a coordenadora de RH da CDL Lages, Renata Cenatti, responsável pela solução Gestão de Pessoas e que promove a prestação de serviços às empresas de seleção, recrutamento e manutenção de colaboradores, esta é a oportunidade de driblar gargalos existentes na geração de competências dos profissionais em atuação no mercado de trabalho lageano.
“É a oportunidade de olharmos para as nossas instituições, analisarmos o que estamos fazendo e o que podemos propor. Precisamos qualificar a mão-de-obra de nossas empresas, mas o ambiente de trabalho e a gestão da empresa devem estar igualmente preparadas e qualificadas”.