morauto_export Moto-Center-Bike_aprovado lages_jasc_blog_700x100px
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

Pausa no abastecimento compreenderá entre 8h30 e 12h30

Moradores-do-Jardim-das-Camelias-e-proximidades-devero-se-precaver-com-falta-de-gua-na-proxima-sexta-feiraA Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa) antecipa a informação à população moradora do loteamento Jardim das Camélias e suas adjacências sobre a falta de água que ocorrerá na próxima sexta-feira (11). A Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) irá prestar manutenção na rede de fornecimento de energia elétrica, da qual depende o funcionamento do booster que contribui para o processo de abastecimento de parte daquela região da cidade. Sobretudo há probabilidade de haver pausa no abastecimento no trecho entre o Jardim das Camélias até a CDL, no acesso Norte, abrangendo inclusive as chácaras situadas nestes endereços.Portanto, as residências e estabelecimentos comerciais serão impactados com a interrupção no fornecimento de energia e, consequentemente, de água, no período das 8h30 às 12h30, uma vez que o booster funciona somente através de energia elétrica. Segundo a Semasa, devido à altitude do local a água não segue por gravidade. Ainda de acordo com o órgão municipal, a Celesc comunicou que o retorno da água se dará no exato momento em que a energia for restabelecida.A orientação da Semasa é que a comunidade procure adquirir caixas d’água para garantir o abastecimento dentro de suas casas, pelo menos em pontos de extremo e contínuo consumo, como cozinha e banheiro, ou ao considerar situações atípicas como esta de sexta-feira, sendo que então haverá a minimização de transtornos para as atividades rotineiras.Booster, que em português quer dizer “reforço”, é o aparelho pressurizador de rede hidráulica responsável pela elevação e pressurização constante de redes de abastecimento.  Tem como finalidade, ainda, provocar a economia de energia e realizar o controle da pressão das redes automaticamente, reduzindo a incidência de vazamentos.

Foto: Daniel Costa