morauto_export Moto-Center-Bike_aprovado lages_jasc_blog_700x100px
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

“(...)A cidade é aquilo que a gente, que mora nela, quer.” - Euclides Mecabô (Tchá Tchá)

Campanha-convida-populaco-para-o-comprometimento-com-a-limpeza-da-cidade-8Indiscutível e unânime a opinião das pessoas quando alguém recepciona um familiar ou amigo em casa e a limpeza e organização de todos os cômodos está em dia. Assim funciona com a cidade onde se vive, o berço e cenário de tantas conquistas. Lages é a cidade-polo da Serra Catarinense, recebe centenas de visitantes diariamente, em busca de tratamento médico, compras e emprego, e na noite desta quinta-feira (3) mais uma ideia especial foi lançada em seu benefício e de quem mora ou passa pelo município.Compreende a campanha Minha Cidade Mais Limpa, realizada pelo Trade Comunicação da Serra, Prefeitura de Lages, Associação Empresarial de Lages (ACIL) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A campanha foi lançada na sede da ACIL, prestigiada por autoridades e outros servidores da administração municipal e profissionais de comunicação, entre outros.A partir desta sexta-feira (4), os veículos de comunicação receberão o material informativo sobre a campanha. Na ocasião de lançamento foi apresentado o jingle da iniciativa. Serão distribuídos folders, feitas intervenções em escolas públicas e particulares e envolvidas esferas como Câmara de Vereadores, Rotary e Lions. Um processo de respeito, compromisso e responsabilidade começou a ser deflagrado já na noite de quinta e a missão será pulverizar as informações ao maior número de pessoas possível e tornar ainda mais nítida a preocupação com a mudança de atitudes simples que fazem diferença.

Campanha-convida-populaco-para-o-comprometimento-com-a-limpeza-da-cidade-10O lixo como um bem de valor econômico

Viver em um ambiente limpo, saudável e salubre é um desejo de todo ser humano e a campanha buscará o trabalho de conscientização desde as crianças até os idosos. O vice-prefeito Juliano Polese explica que as novas ações refletirão na qualidade da limpeza, embelezamento e no bem acolher de Lages. “A segurança das pessoas que trabalham com o lixo também aumentará, pois será possível amenizar danos e vítimas. Temos dois vieses: o primeiro é a questão da saúde, pois o lixo fomenta vetores de transmissão de doenças e Lages avançou nos últimos tempos, desde que saímos do antigo lixão para o atual aterro sanitário, assim como a própria vigilância dos resíduos sólidos, bem tratados. O segundo viés é o lixo visto como uma riqueza. Hoje desperdiçamos muito dinheiro jogando estes produtos fora”, salienta Polese.A mobilização procura criar a cultura da separação dos artigos que possam ser reaproveitados. O vice-prefeito lembrou, ainda, o trabalho de resgate de resíduos orgânicos, através da compostagem, em que há diversidade de nutrientes, num serviço da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente. A Secretaria da Agricultura e Pesca desenvolve, sob o mesmo pensamento, o projeto de hortas comunitárias nos bairros, o Colheita Feliz. São dois exemplos de estímulo do Poder Público. Por fim, Polese calculou que mais de dez mil pessoas estarão em Lages em novembro por conta da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) e a lição de casa deve ser bem feita, já que Lages estará sob os holofotes de todo Estado.

Campanha-convida-populaco-para-o-comprometimento-com-a-limpeza-da-cidade-3Acondicionamento e horário do caminhão

O secretário de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Euclides Mecabô (Tchá Tchá), foi um dos anfitriões da noite e ressalta que o grande desafio será a conscientização da comunidade como um todo, no sentido de se acondicionar o lixo de forma satisfatória, principalmente o doméstico, bem como a colocação das sacolas na lixeira nos horários adequados, próximo ao momento em que o caminhão de coleta e transporte da empresa Serrana Engenharia passar para recolhimento. “Se ocorrer diferente, os animais que circulam pelas ruas vão acabar rasgando as embalagens e a cidade vai ficar suja. Se não tivermos parceria e o comprometimento dos moradores vai ficar ainda mais difícil para o Poder Público.”Neste primeiro momento os alvos são o horário de passagem do caminhão de lixo pelas residências e o acondicionamento correto, pois, por exemplo, materiais pontiagudos devem ter armazenamento diferenciado dos demais.Para alcançar a meta, os realizadores contam com a disseminação de orientações pela União das Associações de Moradores aos líderes em cada bairro do município. O secretário diz ter convicção do engajamento da população, assim como haverá parcela de colaboração das entidades envolvidas. “Ajudarão, inclusive, a pagar a campanha. Com isso tudo mundo ganha.”Tchá Tchá lembrou que este ano, em duas operações especiais de limpeza das margens do rio Carahá em dois sábados, foram recolhidas seis toneladas de lixo, com parceria do Sest/Senat, Celesc, Cedup e Colégio Industrial. “Infelizmente, poucos dias depois os locais estavam cheios de lixo de novo. Os canteiros ao lado dos semáforos vivem cheios de ‘bitucas’ de cigarro. A mudança começa nas pequenas atitudes. Precisamos transformar esta realidade. A cidade é aquilo que a gente, que mora nela, quer”, reforça.  O presidente da ACIL, Sadi Montemezzo, comemorou a referência de Lages. “Já têm outras cidades querendo copiar o modelo do projeto.” Já a presidente da CDL, Rosani Poccai, acrescentou: “é uma campanha educacional para comerciantes e moradores. Temos o Recicla CDL, voltado ao recolhimento e destinação do lixo eletrônico e o Recicla CDL na Escola, com valorização do tema em redações e desenhos. A revitalização do Centro começará dentro de alguns meses e temos de ter a consciência de que será um novo espaço a ser cuidado por todos.”

O que vem adiante

Em relação à coleta seletiva, o caminhão passa pelos bairros em determinados dias da semana recolhendo materiais recicláveis e transporta-os para a Cooperlages, onde é feita a seleção e acondicionamento dos itens, para posterior comercialização, em que 34 famílias são beneficiadas pela distribuição da renda. Há um roteiro específico para a coleta e execução do processamento. O Município cedeu três caminhões à cooperativa através de convênio, com manutenção e combustível. Além disto, o Município repassa recursos financeiros para suprir parte das suas necessidades.Este será um dos assuntos da segunda etapa da campanha Minha Cidade Mais Limpa, quando haverá, ainda, os temas da separação do lixo por categorias/recicláveis - papel, plástico, orgânico, madeira, borracha (pneu), vidro, metal, gesso, entulhos, óleo de cozinha.

Dicas

Não jogue lixo na rua

Mantenha o lixo em sacos plásticos

Não jogue lixo em terrenos vazios

Coloque o lixo para fora só nos dias e horários em que o caminhão da coleta passar

Fotos: Toninho Vieira