morauto_export fhortec_export vivaserrajatir
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

Durante este período não haverá autuações por parte das autoridades de trânsito

Estacionamento-em-rea-Azul-e-sua-respectiva-cobranca-esto-suspensos-ate-final-do-ano-1A Diretoria de Trânsito (Diretran) está comunicando que está suspenso, desde esta segunda-feira (17), o dispositivo de estacionamento rotativo da Área Azul nas ruas do Centro de Lages e na avenida Luís de Camões, Coral. Consequentemente, a cobrança dos bilhetes também está suspensa. Durante este período não haverá autuações por parte das autoridades de trânsito. A notícia foi informada oficialmente à Diretran pela Associação de Assistência Social, Trabalho e Cidadania (Samt), entidade à qual o serviço está concessionado, por parte do Município.De acordo com o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) formalizado, na época, junto à Administração, pelo Ministério Público (MP), será procedida a elaboração do edital de licitação para que seja conhecida a nova empresa que executará os serviços de exploração da Área Azul em Lages.No dia 26 de julho será aberta licitação para contratação da empresa responsável pela elaboração do edital, que deverá ser analisado e aprovado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Uma vez liberado pelo órgão fiscalizador, o certame será lançado em seguida para que haja a apuração da empresa vencedora. O procedimento que apontará o resultado da concessão deverá ter desfecho até final deste ano.O bom senso, neste caso, deverá prevalecer no trânsito de Lages. A recomendação da Diretran é de que as pessoas continuem respeitando o limite de duas horas de permanência sequencial na mesma vaga, com atribuição do direito de rotatividade a todos, pois o espaço público deve ser democratizado. Outra opção é a ocupação de espaços um pouco mais distantes da área central.O coordenador executivo de Segurança e Trânsito/Diretran, Jacinto Bet, reitera que a cobrança está suspensa até que seja viabilizada uma nova solução. “A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) é a principal interessada na resolutividade da questão e estamos em contato com esta instituição para discutir alternativas. Se encontrarmos uma saída antes da licitação, implantaremos e iremos avisar a comunidade. Estudaremos uma forma paliativa até lá”, pontua Bet.As pessoas que ainda possuem créditos, folhas ou talões de Área Azul devem entrar em contato com a Samt pelo número 3224-2695 ou pessoalmente, na sua sede, localizada na rua Frei Gabriel, 44, Centro. Os contatos servem também para quem deseja dirimir quaisquer dúvidas sobre o assunto.

Fotos: Ari Júnior e Arquivo

sincelo0-613x460Nesta terça-feria (18) a Epagri Ciram registrou a temperatura mais baixa de 2017 no estado de Santa Catarina. Na nossa querida Urupema a temperatura chegou a -7ºC, com sensação térmica de -27ºC devido ao forte vento na cidade. Neste momento 08h25 registramos -3,6ºC.

Foto;Marília Oliveira

A casa está localizada na rua Moisés Furtado n° 155, no Centro, próximo à APAE

Prefeitura-cria-abrigo-temporrio-para-populaco-de-rua-se-proteger-do-frio-5Com o propósito de ampliar ainda mais os espaços para a população em situação de rua se proteger nos dias de frio mais intenso, a Secretaria de Assistência Social e Habitação instalou, nesta segunda-feira (17), um abrigo temporário. Trata-se de um Serviço de Proteção à Situação de Emergência, destinado a homens e mulheres moradores de rua ou migrantes.Esse acolhimento funcionará pelos próximos dois meses no horário as 18h às 8h, em uma casa na rua Moisés Furtado n° 155, no Centro, próximo à APAE. Além do pernoite em cama individual, com colchão e cobertores, o local oferece refeições, roupas e instalações para banho.“Os motivos que me levaram a morar na rua são inúmeros. Às vezes durmo na casa de um conhecido, às vezes na rodoviária, mas a parte mais difícil é conviver com o preconceito. A discriminação dói tanto quanto sentir frio”, relata Ronaldo Antunes Rodrigues, de 30 anos. Ele, que mora na rua desde 2011, e já frequenta o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), foi um dos primeiros a chegar ao abrigo no início da noite desta segunda.Para realizar o trabalho de acolhimento do máximo de pessoas vulneráveis, a Secretaria de Assistência Social e Habitação contará com o apoio da Defesa Civil e da Polícia Militar. Técnicos realizarão a abordagem, que consiste na identificação, aproximação, escuta e encaminhamento das pessoas que aceitarem o acolhimento.  A Secretaria de Saúde também dará suporte aos procedimentos que se fizerem necessários.

Prefeitura-cria-abrigo-temporrio-para-populaco-de-rua-se-proteger-do-frioCentro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) Acolhimento Pop

Além da casa que funcionará como abrigo, exclusivamente durante o período da noite, a prefeitura também dispõe do Centro Pop, que atende durante o dia pessoas em situação de risco e até migrantes de passagem pela cidade, fornecendo refeições, atendimento psicossocial e outras atividades. 

Acolhimento Pop

Já o Acolhimento Pop funciona como um abrigo institucional, por um período maior de tempo, para indivíduos e famílias, também em situação de risco.  “Esses serviços já desempenham um papel muito importante durante o ano, mas entendemos que o período do inverno requer uma atenção maior por parte do poder público”, explica Samuel Ramos, secretário da Assistência Social e Habitação.Sua atitude pode salvar uma vida. Encontrou alguém dormindo na rua com baixa temperatura, ligue para o Serviço Especializado de Abordagem Social e informe o local. Os telefones úteis são: 98406-2980 (Defesa Civil) e 98406-4037 e 99921-1125 (Abordagem Social)

Fotos: Marcelo Pakinha / Ary Barbosa

IMG7598Empreendedores que pretendem abrir ou ampliar um negócio têm a oportunidade de crescer com auxílio do Empretec, que acorrerá entre os dias14 e 19 de agosto, no auditório do Sebrae, em Lages. O curso é desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU) a nível mundial.O Empretec trabalha as características empreendedoras de cada participante, com foco na melhora do comportamento pessoal e estímulo da capacidade dos empreendedores para desenvolverem, com êxito, o gerenciamento de empresas. Serão seis dias de imersão para encarar medos, visualizar oportunidades, enfrentar limitações e fortalecer habilidades, direcionando os participantes ao sucesso. Segundo pesquisa do Sebrae, os empreendedores que participaram de edições anteriores do Empretec, registram 93% de chance de sobrevivência dos empreendimentos, enquanto no Brasil a média é de 54%.A empresária Bruna Uncini, de 27 anos, cursou o Empretec em 2016 e diz que todos os empreendedores que tem a oportunidade deveriam participar. “O curso traz um olhar diferenciado do mercado, o empreendedor passa a encarar os desafios do dia a dia de outra forma. As noções de excelência são modificas, ficamos preparados para implantar melhorias nas empresas e desenvolver novos projetos, saímos do curso com a ideia de mudar o mundo. Então, temos que ir dosando aos poucos o que aprendemos”.O investimento é de R$ 1.700 por participante e o valor pode ser pago por meio de boleto ou cartão de crédito. Mais detalhes sobre o Empretec podem ser obtidos pelo telefone (49) 3289-1300.

Texto e fotos: Catarinas Comunicação

Em menos de 24 horas a temperatura caiu de 20 graus para menos 03 graus na relva, na madrugada desta segunda-feira, em São Joaquim. Em Lages os termômetros marcaram 5 graus na manhã de hoje

Previso-de-neve-e-para-os-pontos-mais-altos-da-Serra-2Há previsão de neve para os pontos mais altos da Serra Catarinense, nesta tarde de segunda-feira, 17, e ao longo de toda a terça-feira, 18, segundo as estações de meteorologia. Caso essas previsões se confirmem, em Lages também poderá nevar, especialmente na região da Serra das Pedras Brancas, onde a altitude ultrapassa os 1.100 metros, enquanto que na área urbana a altitude média é de 911 metros.Com o anúncio antecipado da previsão de neve, a procura pelos hotéis, em Lages, tem sido muito grande. Na Fazenda de Turismo Rural Boqueirão, à margem da BR-282, a 7 quilômetros do centro da cidade, não há mais reservas para esta semana. E não é apenas devido à neve anunciada com bastante antecedência. Segundo informação da gerência deste hotel, as reservas ocorreram de forma antecipada, em função das férias escolares. Mesmo assim, a procura por vagas no hotel continua grande, com o telefone não parando de tocar.Na Fazenda de Turismo Rural Pedras Brancas, a 10 quilômetros da cidade, a lotação chega a 50% e na Refúgio do Lago 70% das vagas estão reservadas para toda esta semana.O diretor-financeiro Alexandre Cruz veio de Porto Alegre com a esposa e um filho para verem a neve, na Serra Catarinense. Eles estão hospedados na Fazenda Refúgio do Lago e dali pretendem ir até Urupema. “Paramos primeiro em Cambará do Sul, para visita aos canyons, seguindo depois para Lages. Nosso próximo destino será o Parque do Beto Carrero, em Penha”, disse Alexandre.