anunciomorauto
gsovos Agua Mineral EMP

Café Literário reúne professores do pré-escolar ao 5º ano

O encontro fortaleceu a proposta de ensino humanizado e aplicado pelo princípio da amorosidade

Caf___Liter__rio_re__ne_professores_do_pr___escolar_ao_5___ano__4_.JPG

Uma reunião de professores, diferente, foi realizada na manhã desta quarta-feira (5), na Biblioteca Municipal. A denominação de Café Literário foi apenas uma maneira de apresentar os procedimentos em sala de aula aos profissionais da educação do município, na disciplina de Literatura e Produção Textual, e que atuam do pré, à 5ª série. O envolvimento com 34 professores teve um caráter afetuoso. A intenção de se reunir assim sugere a quebra da mera formalidade. Um ambiente acolhedor, com todos sentados sobre almofadas no chão, e culturalmente ouvindo música e poesia, tende alcançar o estímulo e o pedagógico ao mesmo tempo.

Conforme explica a secretária de Educação, Valdirene Vieira, a prática educacional vive uma nova era, em que a humanização para educar, faz com que os professores se compadeçam e se sensibilizem com as crianças na função de ensinar. O viés é fazer das leituras, um encantamento desde o princípio da alfabetização. Para a secretária, assim, os professores crescem na busca dos objetivos, ou seja, ensinar fazendo o diferente. Na ocasião, também foram entregues os conteúdos com os cadernos prontos. “Nosso propósito é atuar em parceria com todos os professores; com amizade; sem cobranças ou punições, porém, dentro de uma condição responsável e com o foco voltado para as crianças”, detalhou Valdirene.

O objetivo final é fazer com que a criança seja conduzida ao aprendizado pelo afeto, sem nenhuma receita formal. A condição em sala de aula é que a quebra de paradigmas seja uma constante. Portanto, o trabalhar deve ter como premissa a humanização e a amorosidade, para quando a criança, ao crescer, alcance a formação superior. Exatamente como pensa o prefeito Antonio Ceron. A Secretária Valdirene acredita que o êxito pode ser alcançado a partir do esforço conjunto. Segundo ela, os desafios que se têm pela frente são imensos, e serão maiores a cada ano. “A mesma metodologia será estendida a todos os grupos e disciplinas. O próximo encontro será a “Roda de Mate Mática””, conclui.

Tráfego deverá ser desviado e até restrito durante as obras da SC-114, entre Lages e Otacílio Costa

ADR_Lages_Reuni__o_SC_114_Palmeira_05.04.2017_Foto_Pablo_Gomes_2.JPG

O Governo de Santa Catarina começou a colocar em prática nesta quarta-feira, dia 5, uma série de ações na SC-114 por conta das obras de reconstrução dos 36 quilômetros entre Lages e Otacílio Costa. As medidas trarão transtornos inevitáveis, mas são necessárias para garantir o bom andamento dos serviços e a segurança dos trabalhadores e usuários da rodovia.O assunto foi tratado em reunião entre a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages, Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Polícia Militar Rodoviária, Klabin Papéis e as empresas do consórcio que executa as obras.Atualmente, o concreto já avança sobre quatro quilômetros da rodovia, no trecho entre a BR-282 e a Pousada Rural do Sesc. A expectativa é de que em até 60 dias os trabalhos cheguem ao posto da Polícia Rodoviária, em Palmeira. E é partir de então que as restrições serão colocadas em prática.Num primeiro momento, a alternativa que se apresenta mais viável seria desviar pela localidade de Cadeados o trânsito local de automóveis, ônibus e caminhões de até 15 metros de comprimento. Assim, os caminhões articulados, como os bitrens, independente das cargas que transportem, poderão ser obrigados a desviar pelas BRs 282 ou 116, sem acesso ao trecho em obras na SC-114.

Horários específicos para o tráfego de determinados tipos de veículos também podem ser adotados. Já a sinalização, tanto das obras quanto educativa, será reforçada. A Polícia Rodoviária calcula que 3,6 mil veículos passam todos os dias pelo trecho em obras. Destes, 40% são caminhões, muitos dos quais carregados com contêineres que apenas se utilizam da SC-114 para chegar aos portos do Litoral.

Restrições devem durar seis meses na primeira etapa das obras

Na próxima semana, uma vistoria seria feita na estrada de Cadeados, com 17 quilômetros de extensão, para avaliar as condições de uso e levantar as melhorias necessárias para garantir a trafegabilidade.A expectativa é de que o trecho entre a BR-282 e o posto da Polícia Rodoviária seja liberado entre o fim de 2017 e o início de 2018. Numa segunda etapa, outro desvio será aberto entre Palmeira e Otacílio Costa para a continuidade das obras neste trecho específico da rodovia.Os usuários da SC-114, especialmente os caminhões maiores, já estão sendo orientados a utilizar as rotas alternativas. E tão logo todas as medidas restritivas sejam definidas, a Polícia Rodoviária intensificará a fiscalização, e um grande trabalho de divulgação e conscientização será feita junto à imprensa e à comunidade.“Nosso objetivo é garantir a fluidez do tráfego local e proporcionar segurança a todos os usuários da rodovia e funcionários da obra. Um trabalho dessa grandeza gera muitos transtornos, mas que são necessários e temporários. Por isso será muito importante a compreensão e colaboração geral”, diz o sargento Túlio Cesar Schlichting, comandante da Polícia Rodoviária de Palmeira.

CRAS do bairro Penha se integra a outros órgãos da rede pública de prestação de serviços

O carro-chefe do CRAS é o Programa de Atenção Integral à Família (Paif); Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças de seis anos a adolescentes de 17 e para idosos, e prevenção a questões de risco, como situações de violência, negligência e uso de bebidas alcoólicas e outras drogas

Cras_do_bairro_Penha_se_integra_a_outros___rg__os_da_rede_p__blica_de_presta____o_de_servi__os__6_.JPG

   As relações criadas entre as diferentes esferas públicas de governo devem possibilitar maior agilidade, eficácia e qualidade de prestação de serviços aos contribuintes. Quem sente o maior impacto deste leque de atendimentos é a parcela da população financeira e socialmente vulnerável. A equipe técnica do Centro de Referência de Assistência Social (Cras III), no Loteamento Nadir (bairro Penha), se reuniu na tarde desta quarta-feira (05), no salão da igreja católica do bairro São Miguel para o evento “Café com a Rede”. A missão foi de integrar profissionais de distintas áreas da sociedade para uma apresentação detalhada das competências do CRAS, serviço ligado à Secretaria da Assistência Social e Habitação, a fim, ainda, de dirimir dúvidas e discutir alternativas à evolução do serviço oferecido.

  A reunião será selada com um café de confraternização. Esta foi a primeira reunião da rede, da qual dependerá novos encontros e o aperfeiçoamento de ações em favor da própria comunidade.

   Participaram do evento instituições e organizações dos territórios, como associações de moradores, Polícia Militar Comunitária, Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Escolas Municipais de Educação Básica (Emebs), igrejas e Organizações Não-Governamentais (ONGs). “Esta é uma ação com a finalidade de afinar o trabalho com a rede formada por todas as políticas públicas. Os profissionais irão conhecer nosso trabalho de forma aprofundada. O CRAS foi apresentado com os objetivos do serviço, e a pretensão também será fortalecer os vínculos com a rede”, reitera a coordenadora do CRAS III, Helen Grudtner. Bruna Tapajós assumirá a coordenação do CRAS III ainda antes da Páscoa e Helen seguirá para o CRAS II, no Centenário.

   Um planejamento é elaborado todo começo de ano no CRAS III. A implantação de uma horta comunitária é um dos projetos para execução no futuro. Oficinas de artesanato, pintura, teatro e temáticas (educação, higiene e sexualidade), além de visitas institucionais (passeios), são práticas normais. Esta semana as crianças e adolescentes estão visitando o Centro Cultural Vidal Ramos.

Auxílio nas conquistas

   O secretário da Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, compareceu ao evento e explica que há nada melhor do que ouvir das próprias pessoas beneficiadas os aspectos suscetíveis ao avanço. “Nosso desejo é estender a ideia do Café com a Rede a outros bairros. O atendimento às pessoas com direitos violados é fundamental. É primordial sairmos das salas administrativas e buscá-las (pessoas) como forma de união entre o Poder Público e a sociedade. A partir deste contato que notamos o feedback dos pontos a ser reformulados.” Samuel lembrou que a assistência social é pioneira em vários serviços no Brasil e reiterou o êxito do Banco de Alimentos, que atualmente está arrecadando entre dez e 12 toneladas de itens por semana. Samuel ponderou que 6.549 famílias receberam recursos do Bolsa Família mês passado. No Estado, Lages é o município líder no número de beneficiários. “Temos de trabalhar juntos para transformar esta realidade.”

Retorno

   Presidente do Loteamento Nadir há três anos, Teresa Olívia Gonçalves marcou presença na reunião nesta tarde de quarta e reconhece a relevância da participação mútua na vida da comunidade. “As meninas (atendentes) são bem atenciosas. As mulheres, crianças e idosos frequentam os cursos. Eu tenho 67 anos e também tenho vontade de participar das atividades. Nossa região é carente e vejo o tratamento com bons olhos. Nunca deixamos de ser atendidos.”

2.270 famílias

A área de abrangência do CRAS III é composta por sete bairros e loteamentos: Penha, São Miguel, Vila Mariza, Jardim Cepar e Jardim Panorâmico e loteamentos Nadir e Itapoã, com total de 2.270 famílias destes territórios cadastradas. As demandas levantadas pela comunidade são variáveis. Entre elas está a solicitação de cesta básica de alimentos, um benefício eventual, e não permanente. A equipe faz a visita domiciliar, constata a necessidade e explica o funcionamento da concessão. Outro atendimento consiste no encaminhamento adequado de pedidos, como saúde, educação e documentação civil, a exemplo de certidão de nascimento, carteira de identidade e CPF, este o princípio da cidadania.

Para que serve

O carro-chefe dos serviços do CRAS é o Programa de Atenção Integral à Família (Paif), de atendimento e acompanhamento às famílias em situação de vulnerabilidade; Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças de seis anos a adolescentes de 17 e para idosos, e prevenção a questões de risco, como situações de violência, negligência e uso de bebidas alcoólicas e outras drogas, sendo os casos mais latentes na região pertinente ao Nadir. O quadro funcional do CRAS possui assistente social, psicólogo, orientadores/educadores sociais, facilitadores em oficinas, educador físico, cozinheiras e auxiliares de serviços gerais.

A estrutura

Lages conta com oito CRASs, localizados nos bairros Popular, Penha, Centenário, Tributo, Santa Mônica, Bela Vista, Conta Dinheiro e Gralha Azul, bem como três Centros de Referência Especializados (CREASs), no Centro, Coral e Centenário. Cada um dos CRASs e CREASs envolve em torno de 3.500 pessoas por ano.

“Minha Placa é Lages” sugere bônus aos motoristas que transferirem seus veículos para o município

Minha_Placa.JPG

O vereador Thiago Oliveira (PMDB) teve aprovada a moção legislativa 063/2107, apresentada na sessão de segunda-feira (03). O documento é uma sugestão ao Poder Executivo para a criação de uma campanha intitulada "Minha Placa é Lages".

O objetivo do programa é incentivar os motoristas que residem em Lages, mas possuem veículos emplacados ou registrados em outros municípios a fazerem a transferência do documento para a cidade. Com isso, o contribuinte poderá transformar o valor pago na transferência em créditos junto à Prefeitura e que poderão ser abatidos em impostos como alvarás, IPTU, entre outros.

Para que o cidadão tenha acesso ao benefício deverá pagar a taxa de transferência do automóvel e na sequência levar o comprovante de pagamento até o setor de Tributação da Prefeitura que irá gerar o valor pago em créditos, os quais poderão ser utilizados pelo titular ou por terceiros. "É importante que os proprietários transfiram seus veículos para Lages, pois 50% da arrecadação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) são revertidos para as prefeituras dos municípios onde os veículos são registrados", explica Thiago.

Segundo dados da Diretoria de Trânsito (Diretran), a cidade possui aproximadamente 105 mil veículos, desse total cerca de 10 mil estão circulando com placas de outros municípios. "Pedimos que o prefeito Antonio Ceron analise com atenção essa proposta, pois é um projeto que a longo prazo trará muito retorno ao município, além de beneficiar o contribuinte", solicita o vereador.  

O vereador Thiago Oliveira (PMDB) teve aprovada a moção legislativa 063/2107, apresentada na sessão de segunda-feira (03). O documento é uma sugestão ao Poder Executivo para a criação de uma campanha intitulada "Minha Placa é Lages".

O objetivo do programa é incentivar os motoristas que residem em Lages, mas possuem veículos emplacados ou registrados em outros municípios a fazerem a transferência do documento para a cidade. Com isso, o contribuinte poderá transformar o valor pago na transferência em créditos junto à Prefeitura e que poderão ser abatidos em impostos como alvarás, IPTU, entre outros.

Para que o cidadão tenha acesso ao benefício deverá pagar a taxa de transferência do automóvel e na sequência levar o comprovante de pagamento até o setor de Tributação da Prefeitura que irá gerar o valor pago em créditos, os quais poderão ser utilizados pelo titular ou por terceiros. "É importante que os proprietários transfiram seus veículos para Lages, pois 50% da arrecadação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) são revertidos para as prefeituras dos municípios onde os veículos são registrados", explica Thiago.

Segundo dados da Diretoria de Trânsito (Diretran), a cidade possui aproximadamente 105 mil veículos, desse total cerca de 10 mil estão circulando com placas de outros municípios. "Pedimos que o prefeito Antonio Ceron analise com atenção essa proposta, pois é um projeto que a longo prazo trará muito retorno ao município, além de beneficiar o contribuinte", solicita o vereador.  

Presidente da Amures acompanha reunião da Fecam em Florianópolis

Reuni__o_Conselho_Pol__tico_Fecam__2_.jpeg

O presidente da Amures prefeito de Otacílio Costa Luiz Carlos Xavier está participando na tarde desta terça-feira (04), de reunião do Conselho Político da Federação Catarinense de Municípios – Fecam, em Florianópolis. O evento é conduzido pela prefeita de São José e presidente da federação Adeliana Dal Pont.

O Conselho Político é composto pelo Conselho Executivo, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo e nesta reunião, está tratando sobre precatórios dos municípios, dívidas previdenciárias – INSS, projeto sobre licenciamento ambiental e dentre outros assuntos, proposta que trata da realização das assembleias regionais em seis macrorregiões do Estado.

Segundo Luiz Carlos Xavier, a pauta da reunião trata de assuntos de interesse dos municípios. “Um dos assuntos é a nota técnica do Ministério Público Estadual referente à prevenção de fraudes nos processos licitatórios e fiscalização e processo de avaliação de bens municipais. São questões que exigem muita atenção dos prefeitos para que não gerem demandas judiciais”, frisou o presidente da Amures.

O Conselho Político da Fecam repassará também, informações sobre o Programa Criança Feliz e sobre a reunião com o Tribunal de Contas do Estado – TCE/SC, referente à aquisição de medicamentos por ata única de registro de preços. A secretária executiva da Amures Iraci de Souza acompanha o presidente da associação de municípios na reunião da Fecam.


Oneris Lopes 
Jornalista (DRT - 4347/SC) - AMURES
Associação dos Municípios da Região Serrana

O presidente da Amures prefeito de Otacílio Costa Luiz Carlos Xavier está participando na tarde desta terça-feira (04), de reunião do Conselho Político da Federação Catarinense de Municípios – Fecam, em Florianópolis. O evento é conduzido pela prefeita de São José e presidente da federação Adeliana Dal Pont.

O Conselho Político é composto pelo Conselho Executivo, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo e nesta reunião, está tratando sobre precatórios dos municípios, dívidas previdenciárias – INSS, projeto sobre licenciamento ambiental e dentre outros assuntos, proposta que trata da realização das assembleias regionais em seis macrorregiões do Estado.

Segundo Luiz Carlos Xavier, a pauta da reunião trata de assuntos de interesse dos municípios. “Um dos assuntos é a nota técnica do Ministério Público Estadual referente à prevenção de fraudes nos processos licitatórios e fiscalização e processo de avaliação de bens municipais. São questões que exigem muita atenção dos prefeitos para que não gerem demandas judiciais”, frisou o presidente da Amures.

O Conselho Político da Fecam repassará também, informações sobre o Programa Criança Feliz e sobre a reunião com o Tribunal de Contas do Estado – TCE/SC, referente à aquisição de medicamentos por ata única de registro de preços. A secretária executiva da Amures Iraci de Souza acompanha o presidente da associação de municípios na reunião da Fecam.


Oneris Lopes 
Jornalista (DRT - 4347/SC) - AMURES
Associação dos Municípios da Região Serrana

Reforma da Previdência será discutida nesta quarta-feira na Câmara

Reforma_da_Previd__ncia_ser___discutida_nesta_quarta_feira_na_C__mara_1.jpg

Uma audiência pública da Câmara Municipal vai discutir a Reforma da Previdência Social, tema da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016. O evento acontece nesta quarta-feira (5 de abril), a partir das 19 horas, no Plenário Nereu Ramos.

A reunião tem a autoria conjunta de todos os vereadores do Legislativo Lageano em parceria com a Comissão de Direito Previdenciário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Lages. Toda a comunidade está convidada para participar e quem quiser se inscrever a fala, pode fazê-lo até o horário de início da sessão.

SERVIÇO

O quê: Audiência Pública - PEC da Reforma da Previdência

Quando: Quarta-feira (5/4) - 19h

Onde: Plenário Nereu Ramos da Câmara de Lages

Interação com a comunidade faz a diferença na Unidade de Saúde do bairro Santa Helena

Além dos atendimentos internos,os profissionais realizam palestras para grupos de idosos e na comunidade, ensaios fotográficos com gestantes e até curso de geração e renda

Intera____o_com_a_comunidade_faz_a_diferen__a_na_Unidade_de_Sa__de_do_bairro_Santa_Helena__6_.JPG

   Os profissionais que atuam nas Unidades Básicas de Saúde do município têm a missão de promover a prevenção de doenças e a preservação do bem-estar nas comunidades. É o chamado atendimento primário, onde são realizadas consultas médicas, inalações, injeções, curativos, coletas de exames laboratoriais, vacinas, tratamentos odontológicos e encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicação básica.

   A rotina é intensa, pois diariamente milhares de pessoas recorrem a esse atendimento que é gratuito e oferecido nos bairros, perto de onde as pessoas moram, trabalham e estudam. Por isso, apesar das características em comum, as Unidades de Saúde em Lages desenvolvem estratégias diferentes para promover a saúde e humanizar o atendimento.

   No bairro Santa Helena, que abrange uma população de mais de 12 mil moradores, são realizadas palestras e cursos para geração de renda, grupos de discussões na frente das residências e até mesmo pilates para gestantes. A iniciativa partiu da médica Karine Bittencourt. Especializada em Medicina da Família e Comunidade, há seis anos ela criou o grupo “Revelando a Gestação”. Além de todo o acompanhamento durante o pré-natal, as gestantes participam de encontros mensais, para discutir e tirar dúvidas sobre questões como sexualidade, parto e amamentação.  Ao final do curso, que tem duração de seis meses, as futuras mamães ainda ganham um ensaio fotográfico. A produção de maquiagem, cabelo e até o cenário, fica por conta da equipe que trabalha na Unidade de Saúde. E quem fotografa é a própria médica, a Dra Karine. Segundo ela, “além de ser um hobby pessoal, é uma alegria para nós esse laço que criamos com as gestantes. O retorno é sensacional, pois elas valorizam muito esse momento que eleva a auto-estima”. Em março deste ano, a Unidade iniciou as aulas de pilates para gestantes. Com o trabalho de uma fisioterapeuta voluntária, as aulas acontecem uma vez por semana.

Intera____o_com_a_comunidade_faz_a_diferen__a_na_Unidade_de_Sa__de_do_bairro_Santa_Helena__5_.jpg

Grupo de Rua

   Outra iniciativa, ligada à Unidade de Saúde, e que se destaca no bairro, é o Grupo de Rua. O projeto foi criado há quatro anos pela agente comunitária Nilcéia. Uma vez ao mês, uma equipe da unidade se desloca até dois pontos diferentes do bairro. Os locais são a Taipa e o Beco. Médicos, enfermeiros, dentistas, agentes de saúde e moradores levam cadeiras e formam um grande grupo no meio da rua para discutir questões que a própria comunidade levanta. “No começo, quase não ia ninguém, mas as pessoas foram se acostumando aos poucos e hoje o grupo está grande e forte”, aponta dona Zélia de Lourdes Macedo de Oliveira, moradora do Beco e que frequenta o grupo desde 2012. “Já falamos sobre problemas de esgoto e até sobre a Reforma da Previdência. E isso também é prevenção da saúde, porque buscamos fazer mais do que trabalhar a medicina curativa”explica a médica Karine. A ideia foi apresentada e premiada em um Congresso Nacional de Medicina da Família em Natal, no Rio Grande do Norte. 

Promoção da Saúde dos Idosos 


   Para promover a troca de informações e o reforço do vínculo com as pessoas mais idosas do Bairro Santa Helena, os profissionais que atuam na Unidade de Saúde também participam uma vez ao mês dos encontros com os grupos dos idosos, que acontecem no salão da Igreja. 
   Além de palestras, verificação de pressão, a interação acontece também durante os passeios e festas. A aposentada Zulma Aparecida Neves Padilha, conta que os encontros são descontraídos e até os homens do grupo passaram a “aceitar” melhor a ideia de procurar o médico. “Eles gostam e se sentem assistidos”, afirma dona Zulma.

Curso de Geração e Renda para Mulheres 

   Marilucia Pinheiro, moradora do Santa Helena, está desempregada há dois meses. Foi através da Unidade de Saúde do bairro, que ficou sabendo do curso de produção de sabão, realizado em parceria com a Casa Ecumênica, localizada no bairro Gralha Azul. Depois de aprender a fazer o produto e receber instruções sobre custos e equipamentos, ela e uma amiga que também participou do curso, já planejam iniciar o próprio negócio. “Ficou claro também no curso que reaproveitar o óleo de cozinha é também uma forma de ajudar o meio ambiente”, destaca Marilucia.  A responsável pela parceria entre a Unidade e a Casa Ecumênica, também foi a médica Karine. Segundo ela, "queremos criar alternativas e novas perspectivas, porque já identificamos que é uma necessidade da região”. Novos cursos já estão programados, entre eles, de bolachas caseiras, agendas decoradas e de massoterapia.

Trator com carretinha tomba e por sorte não feriu ninguém

WhatsApp_Image_2017_04_04_at_10.31.26.jpeg 

Menos mal que não tinha ninguém no Ponto de ônibus, nem mesmo um bebum passando o porre, quando um trator da Prefeitura Municipal puxando uma carretinha quebrou e ela tombou praticamente em cima do abrigo do ônibus. Sorte dos passageiros da Transul que, muitas das vezes esperam impaciente por um veículo naquele abrigo. Como nada de mais grave aconteceu, o susto do condutor do trator deve ter sido maior que o acidente. Ficamos satisfeitos por nada ter acontecido, nem com o tratorista, nem com usuários de ônibus, já que, no momento não havia ninguém à espera de uma condução.  Às vezes é melhor perder o ônibus, que perder a vida num acidente gratuito, como foi esse logo pela manhã com o patrimônio público da Prefeitura Municipal de Lages.

“Giba” é preso e escondia droga no interior de CPU de Computador

WhatsApp_Image_2017_04_02_at_21.00.jpg

Saiu de circulação na noite de sábado, 01, Giovano Córdova Batista, vulgo “Giba” de 34 anos, preso pela Polícia Militar acusado de tráfico de drogas. O beleza, caiu na Rua Prudente de Moraes, bairro Coral em Lages. O serviço de Inteligência da PM, nos últimos dias recebeu várias denúncias anônimas, que a boca de Giovano estava bombando, era mais movimentada que fila de posto de saúde. Os secretos, ficaram de zóio, e confirmaram a veracidade dos fatos. O PPT entrou em ação e abordou um usuário, que tinham adquirido uma bucha de cocaína, pelo valor de R$80 reais do acusado. O Pelotão de Patrulhamento Tático, foi abordar a casa, e flagrou, “Giba”, negociando uma bucha de cocaína com outro usuário no portão da baia(casa). Ali mesmo ele escutou o tege preso! em seu bolso foi encontrado 8 buchas de cocaína, e dentro de um CPU de computador outras porções maiores de cocaína e três buchas de maconha, além de R$273 reais. A casa era monitorada com câmeras, e o aparelho DVR, foi apreendido e conduzido a DP.

 

Tentou dispensar carteira de cigarros com droga pela janela

WhatsApp_Image_2017_03_31_at_11.28.jpg

Observatório da Agência de Inteligência da Polícia Militar de Lages, há dias vinha recebendo informações, que um elemento conhecido pela  alcunha de “Lipe”, estava comercializando drogas, na rua José Antunes de Oliveira, Loteamento Deco, bairro Santo Antônio, Lages. Durante a madrugada desta sexta-feira, 31, uma nova denúncia foi feita. Diante disso, o Pelotão de Patrulhamento Tático, foi ao local, conferir a veracidade dos fatos, quando abordou um usuário de drogas de 26 anos, com duas pedras de crack, saindo do portão da casa.

A boca, foi cercada, Felipe Leite, de 19 anos, ao perceber a presença do PPT, tentou dispensar uma carteira de cigarros pela janela, contendo 01 torrão de maconha, e 01 pedra de crack, em seu bolso foi encontrado R$ 221 reais. Lipe”, recebeu a voz de prisão e foi conduzido para delegacia de polícia.

Kloppel 1 simprol Posto  Grazziotin aaaa AkeXCmBWpLMVd3pE9p3HDS3M4fMUk6hf1RCfPsLJzXgu
an_fish 11112 Moto Center Bike_aprovado 2 beto WhatsApp Image 2017-02-18 at 14.16.12 1
Discbal_Baterias WhatsApp Image 2016-08-05 at 16.18.01 1 WhatsApp Image 2016-12-15 at 15.03.16
aeroar Luciano motos Super gas nevaturvertical

TELEFONES ÚTEIS

  • Água - SEMASA
    115 / 3224-4855
  • Bombeiros
    193
  • Delegacia Regional de Polícia - Lages
    3289-8200
  • Hospital Infantil Seara do Bem
    3251-7700
  • Hospital N. S. dos Prazeres
    3221-6400
  • Hospital Tereza Ramos
    3251-0022
  • Polícia Militar
    190
  • SAMU
    192
GUINCHO 1 Guaruaja

PREVISÃO DO TEMPO

CONTADOR

9055867
Hoje
Ontem
Essa Semana
Última Semana
Esse mês
Último Mes
Todos os Dias
2406
6105
27460
7633709
135459
436084
9055867

IP: 10.15.68.19
Server Time: 2017-04-27 11:59:08
postosam