anunciomorauto
gsovos Agua Mineral EMP

Tradicional feijoada beneficente dia 1º de Maio

DSC_1396.JPG

Campo Belo do Sul- Em benefício do Hospital Local, os Motociclistas daquele município conhecidos como “Moto Campo”, realizam a suculenta e deliciosa Feijoada, agora em sua 12ª Edição, nas dependências do Salão Paroquial a partir das 11:00 horas. Segundo o líder comunitário Marioli Mattos, o qual está envolvido diretamente com a promoção, “o evento pode não ser o maior, porém, é o que oferece a mais deliciosa feijoada da Região Serrana. E o mais importante é que toda a arrecadação auferida será revertida por uma causa justa, ou seja, em prol do Hospital Local”, observou Mariolli. A novidades deste ano é que haverá participação do Grupo Escoteiros Lages, num total de 20 integrantes, incluindo chefes, auxiliarão nos atendimentos no interior do local onde acontecerá a 12ª FEEIJOADA BENEFICENTE promovida pelos Motociclistas denominados MOTOCAMPO. Portanto, amigo leitor, compareça ao evento. Além de saborear a suculenta feijoada, seu apoio e ação será em prol de uma causa nobre.

Valor R$ 25reais

​Simproel mobiliza magistério para a Greve Geral de sexta-feira

2.JPG

O Sindicato dos Profissionais em Educação de Lages (Simproel) está mobilizando os professores da rede municipal de ensino para a Greve Geral do Dia 28 de abril (sexta-feira). A diretoria da entidade reuniu representantes das unidades escolares para ressaltar a importância do engajamento da categoria no movimento contra a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista

A presidente do Simproel, Elaine Moraes, reafirmou a participação do sindicato nas manifestações contra medidas que ferem os direitos dos trabalhadores. “Vamos seguir batalhando para batalhando contra essas atrocidades idealizadas para dilacerar os brasileiros que trabalham dignamente”, disse Elaine.

A Greve Geral acontecerá em todo o país. Em Lages, o movimento encerrará com uma manifestação na Praça João Costa, às 16h30. “Vamos doar a nosso tempo e a nossa voz para o Brasil”, finaliza Elaine.​

Colheita Feliz promoverá cultivo de hortas comunitárias e escolares

O projeto também servirá de incentivo e de apoio para o cultivo de hortas caseiras

 Colheita_Feliz_promover___cultivo_de_hortas_comunit__rias_e_escolares__2_.JPG

O projeto da Secretaria Municipal da Agricultura e Pesca, Colheita Feliz – Hortas Comunitárias e Escolares, será lançado no mês de maio, no Bairro Guarujá (Vila Esperança), onde será implantada uma horta piloto, em área anexa à Cozinha Comunitária.

“Vamos trabalhar por etapa. Depois desta horta piloto levaremos o projeto para outros bairros”, anuncia o secretário da Agricultura, Osvaldo Uncini.

Uma reunião já foi realizada com as lideranças comunitárias dos bairros Guarujá, Tributo e Loteamentos Cristal e Vila Esperança, para a exposição do projeto e definição do local da horta piloto. O projeto também será desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal da Educação, a qual receberá todo o apoio técnico para a reativação e implantação de hortas escolares.

“A horta piloto do Vila Esperança leva em conta a existência da Cozinha Comunitária, projeto social que já contempla 140 pessoas carentes. Ali elas são servidas com refeições, de segunda-feira à sexta-feira, e agora serão convidadas a se integrarem ao projeto Colheita Feliz, cultivando os próprios alimentos que irão consumir”, fala o assessor de projetos da Agricultura, Ocimar Chaves.

Uncini diz que o objetivo central do Colheita Feliz é incentivar as pessoas a cultivarem as suas próprias hortas. Promovendo-se o cultivo de hortas comunitárias e escolares, o secretário acredita que as crianças irão incentivar os pais a implantar uma horta caseira. “Uma horta em casa diminui a despesa familiar com alimentação”, destaca.

Entre outros bairros que serão contemplados com hortas comunitárias, Ocimar Chaves destaca o Habitação, além dos dois Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs). “A Secretaria da Agricultura e Pesca dará todo o suporte técnico, insumos e maquinário necessário para o cultivo das hortas”, conclui Uncini.

Diretran formula curso para capacitar multiplicadores em educação para o trânsito

O treinamento será desenvolvido em 16 horas/aula e a ideia é desencadear um processo de conscientização sobre as mudanças de atitudes e comportamentos para transformar o trânsito

Diretran_formula_curso_para_capacitar_multiplicadores_em_educa____o_para_o_tr__nsito__2_.JPG

Exercitar diariamente as noções aprendidas numa sala de aula e nas simulações práticas de um Centro de Formação de Condutores no contexto de trânsito em que se está inserido parece ser uma tarefa fácil, contudo, a integração cotidiana no vai e vem dos carros depende de aspectos comportamentais e de cidadania. Portanto, a Diretoria de Trânsito (Diretran) modelou um curso de capacitação para profissionais da área educacional, e estes deverão repassar seus conhecimentos ao corpo docente de escolas públicas municipais e estaduais de Lages e algumas da região, além do sistema particular. A ação abrange estudantes a partir dos seis anos, desde o ensino fundamental, passando pelo médio e Educação de Jovens e Adultos. No mínimo 50 profissionais serão capacitados. Instituições de ensino superior poderão aderir ao Programa. O projeto faz parte do Programa Educação e Segurança para o Trânsito. A ideia é desencadear um processo de conscientização sobre as mudanças de atitudes e comportamentos para transformar o trânsito.

Serão formados auxiliares de direção, orientadores/coordenadores pedagógicos ou bibliotecários, de preferência do quadro efetivo, com a intenção de continuidade, para que multipliquem as informações aos educadores. Estes, por sua vez, compartilharão as noções com seus alunos, independentemente da disciplina por intermédio de abordagem do tema transversal do trânsito.

O intuito é capacitar um profissional de cada local para que pulverize os conhecimentos entre seus colegas, que estarão em contato direto com os alunos. “Há maneiras de encaixar temas de trânsito na matéria da rotina escolar. Os educadores serão instruídos, motivados e ajudados”, pontua a diretora de Trânsito, Soraya Ramos Figueiredo, que trouxe o projeto do Detran/SC para Lages com apoio do Denatran (Brasília), quando atuava na gerência em Educação de Trânsito em administração municipal anterior. “O projeto se desenvolveu muito bem, com repercussão, e após esta iniciativa foram criados os agentes mirins.” A gerente de Educação de Trânsito, Fátima de Souza, explica que os professores fomentarão a ideia relevante e buscarão apoio das crianças e adolescentes.

“O que precisamos no trânsito são cidadãos educados”, esclarece Soraya, enquanto Fátima sublinha: “Trabalharmos a solidariedade e a coletividade. O trânsito é um conjunto de fatores e de ações de pessoas. São, portanto, pilares sobre os quais se erguem as possibilidades de um trânsito seguro na contribuição para um país melhor.” Antes de o ser humano ser motorista consiste em ser um pedestre, então o entendimento é de que a responsabilidade do motorista é redobrada. Informações sobre o curso podem ser consultadas através do número 3222-8515.

Objetivos específicos

Descentralizar as ações do Detran/SC, possibilitando que os conteúdos sobre segurança no trânsito sejam trabalhados em todos os municípios de Santa Catarina;Valorizar a importância do comportamento correto no trânsito;Proporcionar subsídios para implantação de uma Política Estadual de Educação de Trânsito;

Oportunizar cursos específicos sobre o conteúdo específico aos professores, e

Organizar e executar parcerias com entidades comunitárias.

Forma de treinamento

O curso será desenvolvido através de encontro técnico intensivo com carga horária de 16 horas, reunindo os multiplicadores das escolas, os quais têm como missão desenvolver os conceitos discutidos dentro da unidade escolar, com professores das diversas áreas. O projeto será dividido em dois módulos, com oito horas/aula cada - Segurança no Trânsito: preservar a vida, em que a ementa é formada pelos temas trânsito e cidadania; trânsito no contexto da mobilidade urbana; recursos tecnológicos usados no trânsito em benefício do ser humano; uso de bebida alcoólica e drogas ao conduzir: efeitos e consequências; comportamento defensivo; atitudes do bom condutor, e psicologia no trânsito.

O segundo módulo é formado por metodologias para a Educação no Trânsito, com a seguinte ementa: novas abordagens em Educação para o Trânsito; conteúdos específicos para cada faixa etária do ensino fundamental; objetivos a serem alcançados quando se planeja atividades em educação para o trânsito; transversalidade; dinâmicas de trabalho - seminários, filmes em debate, pesquisa e criação, concurso, jogos interativos, integração entre professores e alunos, gincanas pré-agendadas e performances teatrais; orientações didáticas; atividades práticas, e elaboração de projetos.

Depois de os profissionais já certificados, a gerência de Trânsito alimentará os educadores com material didático durante o tempo em que o projeto estará vigente, incluindo a disponibilização de palestras, para as quais poderá haver parceria com Sest/Senat e Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal. Um espaço ainda em reforma na sede da Diretran será destinado à biblioteca do órgão, para consulta por parte dos professores.

 

Direito assegurado por leis

 

O artigo 76 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) aborda a obrigatoriedade de que todo órgão de trânsito trabalhe a questão da educação, preparando as gerações futuras, os motoristas de amanhã, desde o pré-escolar. Já o artigo 320 do CTB institui que a receita arrecadada com a cobrança das multas de trânsito será aplicada exclusivamente em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.  A Lei Municipal (Lages) número 3.401, de 2007, determina a inclusão de educação para o trânsito nos currículos da educação infantil e ensino fundamental das unidades jurisdicionais ao sistema municipal de educação.

Fundação Cultural e Escola de Artes preparam homenagem ao Dia Internacional da Dança

Teatro Municipal Marajoara receberá apresentações de diversos grupos culturais

Funda____o_Cultural_e_Escola_de_Artes_preparam_homenagem_ao_Dia_Internacional_da_Dan__a.JPG

Comemorado internacionalmente em 29 de abril, o Dia Mundial da Dança é um evento instituído pelo CID (Comitê Internacional da Dança) e Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) ainda no ano 1982. A data faz uma homenagem ao dançarino francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), conhecido pela arte da pantomima. Em Lages as comemorações estão programadas para esta quinta-feira (27), no Teatro Marajoara, a partir das 20 horas, com entrada franca.

Segundo o coordenador da Escola de Artes, Salésio Padilha, estão programadas apresentações de grupos de danças da cidade. “Além das apresentações, a Fundação Cultural e a Escola de Artes homenagearão os grupos com troféus de participação”, informa.

Para o superintendente da Fundação Cultural de Lages, Gilberto Ronconi, o evento também marca o início das atividades da Escola de Artes, Eleonir Camargo Martins, “após o período de matrículas, agora nós preparamos a escola para um novo ano de atividades, entre elas, o projeto que marca a presença da cultura nos bairros como foi a proposta de governo do prefeito Antonio Ceron. O evento que faz homenagem ao Dia Mundial da Dança é nosso ponto de partida”, comenta.

Confira a lista dos participantes:


Academia Flex

Coreografia: Habib

Coreógrafa: Josiane Quilante

 

Colégio Santa Rosa de Lima

Coreografia: WORTH IT  FT

Coreógrafo: Anderson da Costa

 

Companhia Juliana Palleo

Coreografia:  LET IT GO – FROZEN

Coreógrafa: Juliana Palleo

 

Grupo de Dança Grasi Branco

Coreografia: CHANTAJE

Coreógrafa: Grasiela Branco

 

Grêmio Recreativo Escola de Samba Protegidos de São Carlos

Coreografia: Samba

Coreógrafa: Dominique Nataly

Marco Regulatório da Sociedade Civil é tema de audiência pública nesta quarta

Marco Regulatório da Sociedade Civil é tema de audiência pública nesta quarta 4_1.JPG

A Câmara de Vereadores de Lages realiza nesta quarta-feira (26) uma audiência pública referente à regulamentação da Lei 13.019/2014, do chamado Marco Regulatório. O vereador José Amarildo Farias (PT) é o proponente do debate que convida toda a comunidade e, principalmente, as entidades ligadas às Organizações da Sociedade Civil que foram afetadas pela Lei a participar da reunião, que acontecerá no Plenário Nereu Ramos, a partir das 19h. Os interessados que desejarem participar da fala poderão se inscrever até o início da sessão.

O secretário da Administração e Fazenda, Antônio César Arruda, e o procurador geral do Município, Agnelo Miranda, estão convocados para participar dos debates. O presidente da Comissão Especial de acompanhamento e orientação para a implementação no âmbito municipal do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, Charles Andrade Medeiros, também participará e ajudará nos esclarecimentos e consequências da Lei para essas entidades. “Teremos nesta quarta-feira a oportunidade de questionar e tirar dúvidas sobre as novas regras que compreenderão o chamamento público. Estarão presentes autoridades que poderão esclarecer a regulamentação da Lei 13.019/2014. É importante que a sociedade participe”, convida José Amarildo.

No dia 14 de março o prefeito Antonio Ceron, assinou o Decreto 16.721/2017 que estabelece no âmbito municipal, a Lei Federal n°13.019. O documento dispõe sobre as regras e procedimentos a serem aplicados em Lages sobre o chamado Marco Regulatório, de modo a atender o que determina a legislação federal.

Prefeito se reúne com presidentes de bairros

Reunião no bairro Petrópolis foi a quarta e última deste primeiro ciclo da aproximação entre lideranças e o colegiado

Prefeito_se_re__ne_com_presidentes_de_bairros__2_.JPG

O novo encontro com presidentes de Associações de Moradores, na manhã desta segunda-feira (24) ocorreu no salão comunitário do bairro Petrópolis. Foi a quarta e última reunião do primeiro ciclo de aproximação do prefeito, vice e secretários, visando ouvir e conhecer as realidades dos bairros, através da manifestação das lideranças. Todas as colocações foram registradas, para, em breve, a execução das principais reivindicações. O prefeito Antonio Ceron, na ocasião, ressaltou que o Plano Diretor do Município deverá passar por uma revisão. A comunidade terá que participar das discussões com mais profundidade, através de audiências públicas. “Será preciso definir com responsabilidade o que se quer para Lages de maneira humana e realista”, salientou.

A comunidade valorizou o fato de o prefeito se reunir com as lideranças comunitárias, e ouvir juntamente com o vice e o colegiado as necessidades individuais dos bairros. Do Petrópolis e Nova Petrópolis, entre os pedidos, o apoio aos grupos culturais; o retorno das atividades com artesanato e esportivas; revitalização dos espaços públicos; contribuição na reforma da sede da comunidade, e melhorias no acesso à Av. Papa João XXIII, pela Rua Joinville. Outros presidentes também pediram atenção aos seus bairros, em vários itens. Em alguns, caso do loteamento Vila Romana e bairro Ipiranga, a reclamação é de que estão praticamente esquecidos e alijados diante de tantas necessidades, que vão desde os problemas da falta de água à reforma dos pontos de ônibus.

Da liderança do Frei Rogério, o pedido para a revitalização da Rua João José Godinho, que atualmente é bastante usada para desafogar o trânsito; para que seja revitalizada a Academia da Terceira Idade e do retorno dos instrutores. Do Salto Caveiras, o registro de 20 pedidos, mas, os principais, como a distribuição de água e a limpeza do acesso foram reforçados. O prefeito Antonio Ceron deu a notícia de que o acesso à Santa Terezinha do Salto será totalmente revitalizado, e de que a questão da água já tem projeto em andamento junto à Semasa, inclusive, para o saneamento. “As reinvindicações e até mesmo as críticas ajudam no planejamento de nossas ações. Estamos na Prefeitura para trabalhar em benefício das pessoas”, finalizou Ceron.

Querem colocar três praças de Pedágios na Br 282

02e395887d72040497d7294c07d0c382.jpg

A intenção é de colocar a cada 100 quilômetros um novo local de cobrança de pedágio no trecho Lages/Florianópolis. Para que isso torne-se realidade, ainda terão que verificar o fluxo de veículos na BR 282. Isso já foi feito no ano passado, quando pensavam em duplicar esse rodovia federal. E quem realizou foi a unidade do Exército Brasileiro sediada em Lages, o 1º Batalhão Ferroviário em parceria com o Denit. Agora, segundo o Ministério do Transporte terão que realizar novamente esse mesmo trabalho. Ou seja, gastar mais dinheiro público com algo que já foi realizado. O certo é que, futuramente ir a Florianópolis com carro próprio não vai ficar nada barato. É combustível, pedágio, alimentação, etc. É o Brasil da corrupção. Assim é. Assim será.

É para indignar mesmo. Ninguém respeita ninguém

11111.JPG

O vereador Lucas Neves, PP, pode até não ter demonstrado indignação; porém, se ficou ou ficasse teria motivos suficientes para tal comportamento. Ele pretendia lutar pelos direitos da comunidade, e para tanto, convocou a intervenção do Procon e também queria ouvir no Plenário da Câmara a diretoria Executiva da Associação dos Revendedores de Combustíveis em Lages. O fato é que, ninguém deu a mínima para o edil. Por sua vez, o coordenado do Procon, o advogado Júlio Borba, antecipou-se e comunicou ao vereador que não caberia ao Procon fazer o papel de regularizador dos preços de combustíveis praticados na venda em Lages, uma vez que, os postos estão livres para venderem seus produtos ao preço que desejarem. “O Procon somente interviria se estivessem praticando crimes de cartel, etc”. Por sua vez o presidente da Associação dos Revendedores de Combustíveis não tomou nem conhecimento sobre o pedido de informação do vereador.

Cá prá nós, o Brasil está realmente um caos. Para apoiar a sacanagem e o desrespeito com a economia da população sobram autoridades. Para evitar, essa vergonhosa prática, não aparece um sequer para apoiar o pleito do vereador. E depois, alguém acha que o Brasil em jeito!!

E a falta de medicamentos continuam

1AA.jpg

Chega a ser vergonhoso. Pessoas com as mais variadas enfermidades perambulam acima e abaixo com suas receitas médicas sem sequer conseguir uma caixa de medicamente na Farmácia Municipal, muito menos nos Postos de Saúde onde, além da inexistência de remédios, às vezes até médicos faltam. E, por ironia do destino, na campanha eleitoral, o atual prefeito dizia em alto e bom som que, se eleito fosse, se encarregaria de administrar as causas da saúde pública de Lages. Logo no início da sua administração, ele visitou os postos de saúde e tomou conhecimento das condições de cada unidade. Parece que foi prior, pois não tomou nenhuma providência. Quem sofre com essas consequências, são as pessoas mais carentes que, obrigatoriamente têm que passar por consultas médicas em unidades do Executivo Municipal.

Kloppel 1 simprol Posto  Grazziotin aaaa AkeXCmBWpLMVd3pE9p3HDS3M4fMUk6hf1RCfPsLJzXgu
an_fish 11112 Moto Center Bike_aprovado 2 beto WhatsApp Image 2017-02-18 at 14.16.12 1
Discbal_Baterias WhatsApp Image 2016-08-05 at 16.18.01 1 WhatsApp Image 2016-12-15 at 15.03.16
aeroar Luciano motos Super gas nevaturvertical

TELEFONES ÚTEIS

  • Água - SEMASA
    115 / 3224-4855
  • Bombeiros
    193
  • Delegacia Regional de Polícia - Lages
    3289-8200
  • Hospital Infantil Seara do Bem
    3251-7700
  • Hospital N. S. dos Prazeres
    3221-6400
  • Hospital Tereza Ramos
    3251-0022
  • Polícia Militar
    190
  • SAMU
    192
GUINCHO 1 Guaruaja

PREVISÃO DO TEMPO

CONTADOR

9055821
Hoje
Ontem
Essa Semana
Última Semana
Esse mês
Último Mes
Todos os Dias
2360
6105
27414
7633709
135413
436084
9055821

IP: 10.15.68.19
Server Time: 2017-04-27 11:54:28
postosam